União Brasileira de  Escritores – Seção Goiás        

A Associação Brasileira de Escritores (A.B.D.E.) surgiu em São Paulo, depois foi para outros Estados, como Rio de Janeiro, Paraná e Pernambuco. Em 14 de abril de 1945 foi fundada no Estado de  Goiás, por um grupo de idealistas que se reunia à sombra de um pequizeiro na Avenida Goiás. O I Congresso Brasileiro de Escritores, realizado na cidade de  São Paulo, em janeiro de 1945, foi um grande incentivo para a criação da A.B.D.E. em Goiás, deste evento participaram aqueles que seriam os fundadores da entidade: Bernardo Élis e  Cristiano Cordeiro.

O escritor Cristiano Coutinho Cordeiro foi eleito o 1º presidente da associação. Em 15 de agosto de 1962 transformou-se em União Brasileira de Escritores-Seção Goiás. No período de 1945 a 2015 a UBE-GO teve os seguintes presidentes: Cristiano Coutinho, Bernardo Élis, Eli Brasiliense, José Bernardo Félix de Sousa , Oscar Sabino Júnior, José Décio Filho, Gilberto Mendonça Teles, Haroldo de Brito, Waldomiro Bariani Ortêncio, Modesto Gomes, Jaime Câmara, Miguel Jorge, Aidenor Aires, Luiz Fernando Valadares, Kleber Adorno, Brasigóis Felício, Geraldo Coelho Vaz, Iuri Rincon Godinho, Ubirajara Galli, Luiz de Aquino, Maria Luísa Ribeiro Neves e Edival Lourenço de Oliveira, atual presidente. 

  A União Brasileira de Escritores-Seção Goiás, é uma sociedade civil com personalidade jurídica e patrimônio próprio, sediada em Goiânia. A sua  finalidade é contribuir para o desenvolvimento cultural, defender os direitos fundamentais do escritor e zelar pelos seus interesses. Entre outras atribuições, estimula as atividades literárias e colabora com as atividades artísticas e culturais do Estado de Goiás. 


Em 1954, na gestão do escritor Eli Brasiliense, aconteceu o 1º Encontro de Escritores em Goiânia .

                   

No ano de 1962, quando o escritor Gilberto Mendonça Teles foi eleito presidente, modificou o estatuto e consolidou a compra da sede – uma sala no Edifício Villa Boa (Av. Goiás, centro) – processo esse iniciado pelo presidente Oscar Sabino Júnior.

           

Em 12 de novembro de 1968 através da Lei Nº 7.187 a UBE-GO foi considerada de utilidade pública.

             

A Bolsa de Publicações Hugo de Carvalho Ramos foi criada pelo Decreto Nº 475 de março do ano de 1943, regulamentada pelo Decreto Nº 599 de 30 de abril do mesmo ano. Em 1945 com o Decreto Nº 522 de 8 de outubro, passou a ser supervisionada pela A.B.D.E. (atual UBE-GO).

  

Durante o mandato do presidente Bariani Ortêncio foi promovida a estruturação do Quadro Social da UBE e o retorno do Concurso Bolsa de Publicações Hugo de Carvalho Ramos; Jaime Câmara foi o responsável pela popularização da UBE, através do Programa UBE-Cultural, que era veiculado na TV Anhanguera, com a condução de Hamilton Carneiro, Álvaro Catelan, Yêda Schmaltz e outros.

  

Miguel Jorge foi o introdutor em nosso Estado dos Concursos:  “Poema – Cartazes” e  “Poesia Falada”. Foi o criador do Troféu Tiokô  na década de 70, estilizado pela artista plástica Dina Cogolli. A 1ª votação foi em 09 de janeiro do ano de 1975, com a entrega  em 14 de março do mesmo ano. Em 25 de abril de 2001, na gestão da escritora Maria Luísa Ribeiro, foi aprovado em Reunião de Diretoria e Conselho Consultivo, o atual Regulamento do Concurso Tiokô. 

        

Aidenor Aires foi o criador do “Setembro de Poesia”, idealizador da Galeria dos Ex-Presidentes da entidade. Foi na sua gestão que a UBE adquiriu uma linha telefônica.

  

Luiz Fernando Valadares Borges foi o responsável, com a ajuda do escritor Bariani Ortêncio, pela criação da Bolsa de Publicações José Décio Filho (1983). Graças ao despreendimento do então superintendente do CERNE, escritor Francisco de Brito, foi também o idealizador do Concurso “Poema de Amor” e do “Saco Poético”, destinado a jovens poetas.

  

Kléber Adorno foi o introdutor da “Chuva da Poesia” em Goiás e realizou o 2º Encontro Nacional de Escritores –  no ano de 1985.

  

Geraldo Coelho Vaz promoveu as Edições Consorciadas, o jornal “A Voz do Escritor”, a Revista da UBE-GO e realizou o 3º e o 4º Encontros Nacionais de Escritores.

  

Iuri Rincon Godinho assume a presidência em 10 de abril de 199, com o compromisso de viabilizar as finanças da entidade, de retomar a publicação do Jornal Voz do Escritor paralisada desde junho de 1990 e de reeditar a Revista da UBE. O presidente também assume o compromisso de dar continuidade ao projeto das Edições Consorciadas UBE. Deu continuidade às Edições Consorciadas e à Revista da UBE-GO.

  

Ubirajara Galli realizou o 5º Encontro Nacional de Escritores. 


Luiz de Aquino mesmo sem o apoio tradicional da classe política, conseguiu

manter as atividades costumeiras da associação, como: a concessão do Prê-

mio para a Bolsa de Publicações Hugo de Carvalho Ramos e a eleição e

escolha dos homenageados para o Troféu Tiokô. A UBE, inclusive, já havia apresentado um plano cultural à Prefeitura, apontando nele o aumento

para o valor da Bolsa de Publicações Hugo de Carvalho Ramos.

A entidade envolveu-se, também, em concursos, como o Sesquicentenário de Castro Alves, concursos de poesia falada e de poema-cartaz.         


Em meados de 2000, após 55 anos de fundação, a UBE-GO teve a sua primeira presidenta, a escritora Maria Luísa Ribeiro Neves, que conseguiu no último ano da gestão do prefeito Nion Albernaz,  através do Padre César, na época Secretário Municipal de Cultura,  alugar a casa dos Scartezini (Rua 29, Nº 186, Centro), para sediar esta casa de cultura. No ano seguinte, no mês de setembro, o Governador de Goiás Marconi Perillo ofereceu um jantar a todos os presidentes de entidades culturais. A escritora Maria Luísa Ribeiro, sabendo que o governador sempre investiu em cultura e patrimônio histórico, pediu em nome de todos os associados uma sede definitiva para a UBE-GO. Sensível ao problema atendeu o pleito dos escribas.

                    

Em 4 de abril de 2002, com a presença do Governador Marconi Perillo, foi inaugurada na Rua 21, Nº 262, Centro, “O Porto do Escritor” – Sede Definitiva da UBE-GO.

A presidente Maria Luísa Ribeiro Neves foi responsável ainda pela criação da nova logomarca e a bandeira da entidade, conseguiu a informatização com 01 computador, scaner e impressora, doados pelo escritor e médico Getúlio Araújo, resgatou a “Carteira do Escritor”, fez a adequação do Estatuto para o Novo Código Civil, regularizou as eleições e posses antigas de Diretorias e Conselhos no cartório, criou as Regionais de: Inhumas e Silvânia, realizou o 6º Encontro Nacional de Escritores em 2004. No ano de 2008, final do seu 4º mandato realizou o projeto “Porto do Escritor – Vitrine da Literatura Goiana”.

  

Em maio de 2008 o escritor e acadêmico Edival Lourenço de Oliveira foi eleito presidente. Tomando posse, atualizou e ampliou a informatização da UBE, criou e realizou o Projeto “Portal UBE.com”, conseguiu a participação da UBE no Encontro de Escritores do Distrito Federal e Estado de Goiás em parceria com a R&F Editora, realizado na Biblioteca do Senado Federal. Resgatou o Diploma do Escritor e deu continuidade à Carteira do Escritor.

 Em 2010 iniciando seu segundo mandato conseguiu transformar a UBE-GO em Ponto de Cultura e o Projeto Oficinas de Literatura,  realizado no 2º semestre de 2010. Do dia 16 a 22 de fevereiro/2011 realizou o projeto “Oficina de Contos” ministrada pelo prof. e escritor Lacordaire Vieira. 


Em 14.05.2012 foi reeleito pela 3ª vez para o cargo de presidente da UBE-GO. Dia 12 de agosto do ano de 2013 foi realizado o  “I Concurso Estadual de Contos e Poesias Lacordaire Vieira”. 

Em 15 de maio de 2014, reeleito para seu 4º  e atual mandato. Em  29 de agosto foi a realização do “II Concurso  Estadual de Contos e Poesias Lacordaire Vieira” . De 18 de outubro à 22 de novembro do ano 2014, foi realizado o Projeto “Oficinas de Escrita Criativa”.      


*Ana Luiza Serra (Analu Serra)  

Secretária Executiva da UBE - Seção Goiás                                                     

Goiânia, 04 de agosto de 2015.

                               

Ana Luiza Serra Ferreira