Nascida em Goiânia no dia 08 de Março de 1995, Bruna se tornou filha adotiva de Maria Cecilia e Francisco de Assis, pai já falecido que muitas das vezes se tornou inspiração nas histórias em que Bruna fez.A jovem de 17 anos se tornou apaixonada por língua portuguesa logo que foi alfabetizada. Desde o inicio Bruna demonstrava muita facilidade em escrever, e ler. E assim nasceu o dom da garotinha, que carrega nos dedos  uma cicatriz que jamais será apagada, a marca do lápis que amassava o canto do dedo próximo a sua unha. E até hoje apoia sua lapiseira durante seus momentos de mais alegria, quando está escrevendo ou compondo e cantando suas músicas. Um de seus hobbys favoritos.

Na escola Bruna recebia muitos elogios dos colegas de classe, que sempre dizia que iria ser escritora. Pois levava cadernos velhos de escola e passava a maior parte do tempo inventando historinhas, que sempre lia para a turminha. Os professores sempre julgavam Bruna como espertinha e “rebelde”, aquele tipo de criança que sabe “de mais das coisas!”, mas porem era muito amada. Enquanto era  católica na faixa dos 11 aos 15 anos Bruna cantava e escrevia até  recebeu apoio de sua catequista para editar seu primeiro  livro inspirado na catequese em que havia feito. Mas o livro não saiu, pois foi negada por diversas editoras.

Quando completou 17 anos  Bruna não sabia exatamente qual profissão desejava ,mas sabia que amava escrever. Por isso um dia depois de muito incentivo da escola e dos professores e amigos, enquanto cursava o segundo ano do ensino médio Bruna em fim foi encaminhada para oque desejava ter. Sua primeira historinha publicada, denominada Anjos na Amizade em homenagem a sua amiga. Um velho e reconhecido ator  e professor , a incentivou, e ela continuou. Revisou o livro, e até que chegou o momento de edita-lo em uma boa editora  por motivos pessoais, ela deixou tudo e editou o livro por conta e com a família de seu pai, na gráfica de seu primo localizada em Anápolis, cidade em que adora viajar e ama. Cheia de sonhos  foi lá que aconteceu tudo começou gravando um  cd das músicas de seu livro  com a  ajuda de um produtor, e logo depois do trabalho concluído, embora não ter sido o melhor e mais perfeito trabalho para o inicio de  sua carreira. Bruna conheceu então uma pessoa que  a amaria e foi capaz de ajuda-la, tanto que a levou a fazer um lançamento oficial do seu livro em Brasília (DF),na cidade de Val Paraíso, no Shopping Sul.

Hoje por fim quase aos 18anos, Bruna está decidida com seu futuro. Deseja se empenhar para ser uma dedicada jornalista, de por a “boca no trombone!”. E continua escrevendo livros infantis e juvenis. Já sonha com seu próximo lançamento, além de escritora são mais de 200 músicas compostas por Bruna  e totalmente dedicada  ao que faz.Com dois sites falando sobre oque mais gosta, ela também adora fazer poesias e suas histórias são sempre cheio de dramas, e as vezes espirituais e profundos, com a religião sempre presente, também fazendo a alegria de muitas crianças e jovens.