EDUARDO COIMBRA BUENO(Eduardo Bueno de Santa Maria), de Goiânia, Goiás, 1949, escreveu, entre outros, “ESTROS EM PROSA”, sem dados biográficos no livro e sem qualquer outra informação ao alcance da pesquisa, via texto publicado. Filho do Ex-Governador Jerônimo Coimbra Bueno, Construtor de Goiânia, em 1932, no Governo de Pedro Ludovico. Eduardo formou-se em Direito e Administração, especializando-se em Genética Bovina. Assinou o livro como Eduardo Bueno de Santa Maria para evitar a mistura de poesia com a política, eis que filho do Ex-Governador e Ex-Senador da República pelo Estado de Goiás, Coimbra Bueno. Como especialista na área de genética, tem estado no Tocantins, pesquisando suas potencialidades. Educado nos Estados Unidos e na Europa, o livro é escrito em Português, Espanhol e Inglês e ilustrado pelos seus filhos. É verbete do DICIONÁRIO BIOBIBLIOGRÁFICO DE GOIÁS, de Mário Ribeiro Martins. Encontra-se na ESTANTE DO ESCRITOR TOCANTINENSE, da Biblioteca Pública do Espaço Cultural de Palmas. Biografado no DICIONÁRIO BIOBIBLIOGRÁFICO DO TOCANTINS, de Mário Ribeiro Martins, MASTER, Rio de Janeiro, 2001.


gramaticales

 

 

                   letras em frases
                       
asumen ritmo y forma
                   por la emoción
                   salida de repente
                   poeta afuera

 


        

 

inconfidências
ebsn  96  e  98

                   no começo
                   faz igual barulho
                   fazer amor
                   que remover entulho:

                   coisas menores
                   peças íntimas
                   escoras
                   um lote de chão
                   um par de esporas

                   mór barulho faz
                   (mate mór!)
                   reciclar pedrinhas
                   em arraial
                   com trovas
                   entorno *
                   amarras
                   (e nau!)

* dote colonial destinado a portugal

 

 

 

 

itaguaçu

bichos idos
árvores caladas
restam mui barulhosasj
quedas d´água
num zum zum zum ruidoso
das noites de itaguaçu

tudo é country
que outra coisa não seja:
(como por exemplo a igreja)
uma rua calçada
um calor de fazer cerveja
um cowboy contando piada
e uma esquina de mão dada

esbn 96

 

Fonte: www.antoniomiranda.com.br/poesia_brasis/goias/eduardo_bueno_de_santa_maria.html