Nasceu em Campina Verde, MG, no dia 13 de abril de 1917. Filho de Sebastião Ferreira e Mônica Maria Macedo Queiroz. Fez o curso primário na Fazenda Perobas, o secundário no Ginásio Diocesano de Uberaba e o superior na Faculdade de Direito de Belo Horizonte. Transferiu-se para Goiânia, tornou-se professor, por concurso, da Faculdade de Direito de Goiás, lecionando Direito Judiciário. Foi diretor da Faculdade de Direito da Universidade Católica de Goiás e reitor da Universidade Federal de Goiás. Pertence à Academia Goiana de Letras, à Ordem dos Advogados do Brasil, à Associação Goiana de Imprensa e à União Brasileira de Escritores de Goiás. Obra – Cristais Sonoros, poemas; Minas Intelectual; Essência do Pan-americanismo; Planejamento por três anos; Da divisão sumaríssima entre os incapazes; Direito e Dever do ser honesto. Goiânia, 1957; A Igreja civilizou Goiás. Goiânia, 1961; Universidade e Juventude, 1968; Evolução Cultural de Goiás. Goiânia: Oriente, 1969; Cadeira 29. Goiânia: Oriente, 1972; Sociologia e Direito; Homens de Palha, romance.