, Goiana, de Goiás Velho, 25.09.l9l5, escreveu, entre outros, "CANTO DE CIGARRA"(CRÔNICAS-1974),

“TEMPO DE SONHOS” (CRÔNICAS-1981), sem dados biográficos nos livros e sem qualquer outra informação ao alcence da

pesquisa, via textos publicados. Vinculada ao Tocantins, por ter sido professora em Pedro Afonso, na época em que seu

marido era Engenheiro na cidade. Filha do Desembargador Antônio Perillo, nascido em Goiás Velho, mas de descendência

italiana, um dos responsáveis pela transferência do Tribunal de Justiça de Goiás e do Tribunal Regional Eleitoral da

antiga capital Vila Boa para a nova capital Goiânia. Sua mãe era Maria Augusta de Carvalho Perillo. Estudou no Colégio

Santana de Goiás Velho, onde também se formou normalista. Casou-se, em 1943, no Rio de Janeiro, com o Engenheiro Tcheco

ZDENEK RICHTER. Professora em sua terra natal durante muitos anos. Lecionou também em Pedro Afonso, Goiás, hoje Tocantins,

onde residiu juntamente com o seu marido na década de 1950, quando tinha 35 anos de idade. Escritora, Ensaísta,

Pesquisadora. Poetisa, Memorialista, Intelectual. Pensadora, Ativista, Produtora Cultural. Literata, Cronista, Contista.

Administradora, Educadora, Ficcionista. Membro da União Brasileira de Escritores de Goiás, da Academia Feminina de Letras

e Artes de Goiás, onde ocupou a Cadeira 30. Acha-se na ENCICLOPÉDIA DE LITERATURA BRASILEIRA, de Afrânio Coutinho, Edição

do MEC, l990. Exposta nos livros ESTUDOS LITERÁRIOS DE AUTORES GOIANOS e ESCRITORES DE GOIÁS, de Mário Ribeiro Martins.

Presente na ESTANTE DO ESCRITOR GOIANO, do Serviço Social do Comércio, no livro ANÁLISES E CONCLUSÕES, de Nelly Alves de

Almeida, bem como no REGISTRO DE UMA OBRA, edição de Humberto Ludovico de Almeida. É igualmente verbete do DICIONÁRIO

BIOBIBLIOGRÁFICO DE GOIÁS, de Mário Ribeiro Martins. Faleceu em Goiânia, com 84 anos de idade, no dia 29 de fevereiro de

2.000. Durante muitos anos, manteve no jornal O POPULAR, uma coluna de artigos e crônicas. Encontra-se na ESTANTE DO

ESCRITOR TOCANTINENSE, da Biblioteca Pública do Espaço Cultural de Palmas. Biografada no DICIONÁRIO BIOBIBLIOGRÁFICO DO

TOCANTINS, de Mário Ribeiro Martins, MASTER EDITORA, Rio de Janeiro, 2001.