Considerado o olhar do cerrado, o fotógrafo e ambientalista João Caetano, que comemora 20 anos de carreira, lançou, no último dia 9 de dezembro, o seu primeiro livro fotográfico, Segredos da Natureza.

A obra, escrita em português e em inglês, tem produção textual do escritor goiano Carlos Edu Bernardes e do publicitário Paulo Lima. Ela conta a trajetória de João Caetano, um ex-feirante, que se revelou o terceiro melhor fotógrafo do mundo pela forma singular com que retrata a natureza, seja ela nos continentes africano, europeu ou americano.  

João Caetano nasceu em Araguari (MG), em 1957, mas mudou-se para Goiás em 1960, tornando-se goiano de coração. Em 1977 comprou sua primeira máquina fotográfica, descobriu e se apaixonou pelo Cerrado. Autodidata, ele afirma que foi o Cerrado que o criou. 
Fotografando plantas e troncos em ângulos diferenciados, o artista despertou para a observação de formas bastante interessantes na vegetação, ora lembrando animais silvestres, ora lembrando pessoas realizando alguma ação. Nascia uma nova paixão, um olhar voltado para a Natureza. Com uma sensibilidade aguçada e uma técnica impar, João Caetano ganhou grande projeção no cenário nacional e internacional. 
 
O fotógrafo conquistou 13 prêmios internacionais, incluindo dois leões de ouro no Festival de Cannes, na França, um Grand Prix da Associação Italiana de Propaganda, Ouro no Clio Award, em Nova Iorque, e um Lápis de Prata, no One Show, também em Nova Iorque.

No facebook: